Diário de bordo: aventura da Homem Lixo na cidade de pedras!

Relato da banda. Por Frank.

Há exatamente uma semana atrás entravamos em estúdio para registrar 15 músicas do nosso primeiro álbum. Foi em São Paulo no estúdio Costella, um fim de semana totalmente dedicado a produção do disco, porém tivemos muito mais do que isso. Conhecemos pessoas novas, encontramos amigos que há tempo não víamos, aprendemos muito, foi um intensivo de aprendizagem e curtição. Se é que isso pode combinar, mas com a gente rolou.

12744448_980756842006050_7732416870912545592_n
Banda Homem Lixo grava no Estúdio Costella em SP (Foto: Instagram do Estúdio).

Chegando em SP fomos recebidos por nosso amigo João da banda Test e sua conhecida Kombi: muita conversa, muita risada e troca de informações. Ali, já tínhamos certeza que estar por lá ia acrescentar muito para realizar um trabalho diferente do que estávamos fazendo. Lá tudo acontece, estávamos em casa.

Sexta-feira passou e finalmente chegou o dia de gravarmos. Sábado de manhã fomos para o estúdio Costella, acompanhamos a um bom tempo o trabalho do estúdio. Fomos recebidos pelo Chuck Hipolitho, que é o proprietário do estúdio, e Narcus, o engenheiro de som, que iria fazer a gravação. Conhecemos o estúdio e aos equipamentos, decidimos qual seria a pegada da gravação e começamos os trabalhos. Gravamos ao vivo, ou seja todos tocando juntos na mesma pegada de um show, com bastante energia. Era a primeira vez que gravávamos assim, tocando várias vezes a mesma música, atravessamos o sábado gravando, paramos já era noite. Estávamos cansados, porém ainda tínhamos um compromisso na noite, queríamos muito ver o show do Invasores de Cérebro e Fogo Cruzado. Chegamos no Show no Inferno Club e, que aula de Punk Rock, que energia! Encontramos vários amigos, nos divertimos e após o show, apagamos no Hotel com a sensação de missão cumprida.

12325369_549627441886036_1913123037_n
Fim de semana intenso para a banda (Foto: divulgação da banda).

Amanheceu domingo, nosso último dia de gravações. Começamos logo pela manhã, era o dia de finalizar as músicas, gravar solos e backing vocals. Passamos o dia gravando e recebemos algumas visitas, entre elas, nosso amigo Bi da Water Rats, nosso conterrâneo. Também acabamos conhecendo o Figueroas, que mora coladinho ao estúdio. Rolou muita troca de ideias, informações, foi massa demais, mas faltou aquela foto.

homem lixo
Desde 2010 juntos na estrada, a banda Homem Lixo participou do 2º programa do Cena Livre.

O domingo rendeu, até música nova rolou. A última música do disco nasceu dentro do estúdio, uma experiência totalmente nova para todos nós. Saímos do estúdio quase nascendo o dia, segunda-feira tava chegando e era hora de voltar pra casa felizes com o trampo novo, cheios de aprendizados, contatos novos e expectativas. Agora o disco vai ser Mixado pelo nosso amigo Capilé e aí então estará em nossas mãos e nas mãos de todos que quiserem conferir o resultado do trabalho.